Eleições de 2016 serão manuais, diz portaria da Justiça. Saiba o motivo

Por falta de dinheiro, as eleições municipais de 2016 serão realizadas manualmente. É a primeira vez que isso acontecerá desde 2000, quando todo o eleitorado brasileiro começou a votar eletronicamente. A informação de que o contingenciamento impedirá eleições eletrônicas foi publicada no DOU (Diário Oficial da União) desta segunda-feira, 30.

“O contingenciamento imposto à Justiça Eleitoral inviabilizará as eleições de 2016 por meio eletrônico”, diz o artigo 2.º da Portaria Conjunta 3, de sexta-feira (27). O texto é assinado pelos presidentes dos STF (Supremo Tribunal Federal), TSE (Tribunal Superior Eleitoral), STJ (Superior Tribunal de Justiça), TST (Tribunal Superior do Trabalho), STM (Superior Tribunal Militar), TJDF (Tribunal de Justiça do Distrito Federal) e respectivos conselhos.

A portaria afirma ainda que ficam indisponíveis para empenho e movimentação financeira um total de R$ 1,7 bilhão para STF (R$ 53,2 milhões), STJ (R$ 73,3 milhões), Justiça Federal (R$ 555 milhões), Justiça Militar da União (R$ 14,9 milhões), Justiça Eleitoral (R$ 428,9 milhões), Justiça do Trabalho (R$ 423 milhões), Justiça do Distrito Federal (R$ 63 milhões) e Conselho Nacional de Justiça (R$ 131 milhões).

As urnas eletrônicas foram usadas pela primeira vez em 1996. Mas somente nas eleições de 2000 todo o eleitorado votou eletronicamente.

urna eletronica

Fonte: http://noticias.uol.com.br

Anúncios

Projeto proíbe contratação de parentes de Campo Mourão

A contratação pelos Poderes Executivo e Legislativo de parentes até o segundo grau do prefeito, do vice-prefeito e dos vereadores, sem aprovação em concurso público, pode ser proibida brevemente em Campo Mourão. É que na Câmara Municipal tramita projeto de lei de autoria do vereador Luiz Alfredo (PT do B), subscrito por outros seis vereadores, que estabelece a proibição.
O projeto – acompanhado de pedido para que tramite em regime de urgência – foi apresentado no início deste mês. Tem apenas dois artigos e determina: “Fica proibida a contratação, por parte do Poder Executivo, quer na administração direta ou quer na indireta, e do Poder Legislativo, para qualquer cargo de quadro de servidores ou função pública, de cônjuges ou companheiros e parentes consanguíneos, afins ou por adoção, até o segundo grau, do Prefeito, Vice-Prefeito e Vereadores”. A proibição não se aplica em caso de provimento decorrente de aprovação em concurso público.
Desde a publicação da Súmula Vinculante 13 pelo Supremo Tribunal Federal, muitas Câmaras Municipais apresentaram propostas sobre o tema. O Poder Executivo de muitos desses municípios vetaram a matéria ou até mesmo recorreram à Justiça para declarar inconstitucional a iniciativa. Porém o STF voltou a deliberar sobre a questão e determinou que leis que tratam dos casos de vedação a nepotismo não são de iniciativa exclusiva do chefe do Poder Executivo.
“O teor do julgamento deixa cristalino o quanto se deve ter esta medida de moralidade na administração pública”, enfatiza o autor do projeto apresentado em Campo Mourão, Luiz Alfredo.

Também subscreveram o projeto: Olivino Custódio (PR), Sidnei Jardim (PPS), Isidoro Moraes (PP), Elvira Schen (PPS), Edson Battilani (PPS) e Pedrinho Nespolo (SD).

nepostismo

Prefeita divulga carta aberta à população de Campo Mourão

A prefeita, Regina Dubay, divulgou na quarta-feira (25/11), uma carta aberta à população em que ela se posiciona a respeito da denúncia de irregularidades no processo de sorteio das casas populares do Conjunto Fortunato Perdoncini. Confira:

Carta Aberta da prefeita à população de Campo Mourão
À todos os mourãoenses, e em especial às 824 famílias contempladas com moradias do
Conjunto Habitacional Fortunato Perdoncini- Programa Minha Casa Minha Vida.
Venho esclarecer que desde o início de minha gestão busquei parcerias com o Ministério das
Cidades para a construção de moradias populares para as famílias de nossa cidade. Campo
Mourão tinha até 2013 o direito a receber 300 casas, devido à outra obra entregue em 2012
(Conjunto Avelino Piacentini) e por não se enquadrar em um dos critérios que era de ter 100
mil habitantes. Mas conquistamos através de parcerias com as instituições federais (Caixa e
Ministério das Cidades) outras 824 casas (em primeira etapa) e mais 700 (em segunda etapa)
que serão edificadas no mesmo Conjunto.
Diante dos fatos recentes que podem comprometer o sorteio já realizado com as famílias
contempladas venho esclarecer que vamos averiguar todos os fatos e desde já solicito que
todos os que desejarem que encaminhem denuncias ou “suspeitas”, para a Ouvidoria
Municipal com documentos que comprovem os fatos, que vamos averiguar caso a caso, desde
o começo do Programa.


Também estamos publicando um decreto para que todas as denúncias sejam analisadas num
prazo de cinco dias, por uma Comissão que vai fazer visitas in loco para todos os
contemplados, observando a comprovação das denúncias, e se é necessária a destituição do
direito dos que fraudaram o processo. Até que se prove o contrário todas as pessoas
contempladas têm o seu direito resguardado.
Não houve favorecimento pessoal e acredito que foram respeitados todos os critério técnicos
estabelecidos pelo programa. Acredito ainda que as pessoas são integras, tem caráter e
falaram a verdade a Secretaria de Ação Social quando de seus cadastramentos e
comprovações de renda, e atendendo às cotas sociais previstas. A escolha das famílias se deu
por sorteio a partir de uma lista com 5.800 cadastros (com escolha de titulares e suplentes), na
presença de observadores da Câmara Municipal, Caixa Econômica, Cohapar e outras
instituições convidadas.

Reafirmo que acredito nos servidores da Secretaria da Ação Social, nas
pessoas que fizeram as suas inscrições e que tudo será esclarecido, com uma rigorosa
apuração dos fatos.


Regina Bronzel Dubay
Prefeita Municipal
Campo Mourão – Pr.

Regina Dubay

ADMINISTRAÇÃO REGINA DUBAY INOVA E FAZ TAPA BURACOS COM CASCALHO E TERRA

Em rede Social o vereador Sidnei Jardim publicou essa nota:

ADMINISTRAÇÃO REGINA DUBAY INOVA E FAZ TAPA BURACOS COM CASCALHO E TERRA – A PRÓXIMA ETAPA PODE SER PERTO DA SUA CASA

“A Prefeitura de Campo Mourão está inovando e lançando o tapa buracos com cascalho e terra.
A Prefeita Regina Dubay juntamente com sua equipe traz esta novidade para nossa população.
As fotos mostram que na Rua Antonio Bueno de Camargo, próximo ao Parque do Lago, foi feito tapa buracos (com cascalho e terra) sobre o asfalto lá existente.
Tal asfalto foi feito há mais de 18 anos pelos ex-Prefeitos Rubens Bueno e Tauillo Tezelli e durante a administração Nelson Tureck e Regina Dubay faltou a devida manutenção, assim como faltou manutenção em toda malha asfáltica de Campo Mourão.
A minha preocupação é que a Administração Regina Dubay leve esta novidade para toda cidade. Fico imaginando tapa buraco de cascalho e terra se esparramando pela cidade.
Portanto fique de olho pois esta novidade pode estar chegando em frente a sua residência.
Vale lembrar que há quase 02 anos a Câmara devolveu mais de 1 milhão para Prefeita fazer este recape mas até hoje ela não fez e não se sabe onde gastou o dinheiro. Com o dinheiro devolvido ela poderia ter feito um recape de qualidade no entanto preferiu cascalho e terra.
Veja que o cascalho e a terra estão indo parar dentro dos bueiros o que entupirá as galerias pluviais e o prejuízo será bem maior. Muita irresponsabilidade.
O que se vê é que ela está usando este dinheiro para pagar suas centenas de cargo de confiança, entre eles a própria filha que ganha 10 mil reais por mês e agora o novo diretor da Codusa que ganha 12 mil por mês e foi nomeado apenas para apoiar a Prefeita nas próximas eleições até porque é desnecessária tal nomeação, ou seja, o dinheiro que gasta indevidamente com esta nomeação poderia estar pagando o recape de qualidade.
A verdade é que a Prefeita Regina Dubay está destruindo Campo Mourão e quem assumir no seu lugar terá que reconstruir a cidade. Lamentável!!!” (Vereador Sidnei Jardim)

12278896_855964211186967_8926991214130680676_n

12278896_855964211186967_8926991214130680676_n

12278758_855964107853644_8048245304114039251_n

12279020_855964084520313_7897974597473826721_n 12274671_855964001186988_7979068330146897813_n

12301737_855963994520322_6437282710321203321_n

12239567_855963911186997_846440662344870969_n

12294771_855963904520331_6648532152853152500_n

12311105_855963901186998_4313825316011222120_n

Atenção: tráfego estará interrompido estrada Boiadeira

ATENÇÃO USUÁRIOS DA ESTRADA BOIADEIRA – A empreiteira responsável pelas obras de pavimentação da BR-487/PR, também conhecida como Estrada Boiadeira, comunica que o tráfego estará interrompido entre o km 128 e o km 141 até o dia 17 de dezembro.
A interdição é necessária para a concretagem das lajes das pontes sobre o Córrego Concórdia (Km 130+237m) e Rio Mouro (km 131+296m).
Neste período o tráfego na Rodovia será desviado no km 160, em direção ao distrito de São Lourenço (Cianorte), e no km 125, dentro da cidade de Tuneiras do Oeste, em direção a Cianorte.

Fonte: https://www.facebook.com/estradaboiadeirasonhoqueserealiza

 

Estrada Boiadeira

AVISO: Pode Faltar água em Campo Mourão

 

A Sanepar comunica que as fortes chuvas que ocorrem na região de Campo Mourão elevaram o nível do Rio do Campo e também o índice de turbidez (água barrenta).

Técnicos da Companhia e da Defesa Civil estão monitorando o nível do manancial de abastecimento. A Sanepar continua captando a água do Rio, porém de forma reduzida. Em situações como essa, a recomendação é para que a população use a água de forma racional, com prioridade para alimentação e a higiene, sem desperdícios.

276234

Prefeitura faz “tapa buraco” veja o resultado após chuvas!! TOTAL Descaso com dinheiro publico.

Após reclamação do blog Campo Mourão Comunidade (veja matéria no dia 18/11) a prefeitura esteve fazendo o tapa buraco no sábado (21/11) de manhã, porém a chuva de segunda feira (23/11) levou o “tapa buraco” embora e o resultado é esse abaixo: DINHEIRO PUBLICO JOGADO FORA

Fotos: Felipe Duarte

 

tapa buraco 2111 2

 

tapa buraco 2111

 

Veja como está após chuvas da segunda-feira 22/11, o “tapa buracos” foi embora junto com as chuvas. 

20151124083911 (1)

 

20151124083911 (3) 20151124083911 (2)