Caiu a internet? você tem direito a desconto

Caso a interrupção no serviço seja programada, o consumidor deve ser avisado pelo menos uma semana antes.

Caso ocorra a interrupção do serviço pela prestadora, a Prestadora deve descontar do total do plano o valor proporcional ao número de horas ou fração superior a 30 minutos.

Manutenções preventivas, ampliações da rede ou quaisquer alterações no sistema que provocarem queda da qualidade dos sinais transmitidos ou a interrupção do serviço deverão ser comunicadas aos consumidores que serão afetados com antecedência mínima de uma semana.

Fundamentação Legal: Art. 46 da Resolução nº 614/2013 da Anatel.

Com os protocolos em mãos registre sua reclamação na Anatel

 

Como consumidor de serviços de telecomunicações, você tem o direito de registrar, junto à Anatel, reclamações contra as operadoras de serviços quando considerar que elas não estão cumprindo suas obrigações. Antes de fazer isso, porém, a Anatel recomenda que você se atualize sobre seus direitos como consumidor de serviços de telecomunicações (consulte a seção Seus Direitos), e, principalmente, que siga os passos abaixo:

 

1. Fale primeiro com a sua operadora. Anote e guarde o protocolo de atendimento que ela lhe fornecer.

A sua operadora é obrigada a lhe fornecer qualquer informação sobre o serviço que você contratou. Também é obrigada a resolver os problemas técnicos ou de cobrança que possam ocorrer – e têm prazos para fazer isso. Assim, em caso de dúvida ou reclamação, sempre fale primeiro com a operadora (contatos das principais operadoras).Importante: exija e anote o número do protocolo de atendimento da sua operadora. Ele é a prova de que a operadora sabe de seu problema e lhe deve uma resposta.

 

2. Se a operadora não responder, ou se a resposta não for adequada, entre em contato com a Anatel. Anote e guarde o número que lhe será fornecido.

Caso precise registrar uma reclamação na Anatel, tenha em mãos o número de protocolo da operadora. Caso a reclamação seja feita por alguém que não é o usuário titular do acesso, é necessário apresentar procuração. Você pode entrar em contato com a Anatel por meio da Internet – FOCUS – Suporte do Atendimento aos Usuários ; da Central de Atendimento Telefônico gratuito, no número 1331 – ou 1332, para deficientes auditivos (não há necessidade de acrescentar o código DDD); do aplicativo “Anatel Consumidor” (disponível para os sistemas Android, iOS e Windows Phone, e pode ser baixado nas lojas de aplicativos de forma gratuita); ou pessoalmente, nas Salas do Cidadão.

Importante: a Anatel lhe fornecerá um número da solicitaçãoAnote e tenha essa informação sempre em mãos. Ela será útil sempre que você entrar em contato com a Agência.

 

3. Aguarde e acompanhe o prazo de cinco dias úteis para resposta.

Assim que recebe sua reclamação, a Anatel a encaminha para a sua operadora de serviços, que terá cinco dias úteis para dar uma resposta ou solução. Será a operadora, e não a Anatel, quem irá lhe responder. Você pode acompanhar o andamento da solicitação pela internet, no site da Anatel, pelo aplicativo “Anatel Consumidor” ou ligando para o 1331. Neste último caso, você não precisa nem esperar o atendente. Basta digitar o número da solicitação, quando indicado.

 

4. A operadora não respondeu ou a resposta não foi adequada? Volte a entrar em contato com a agência.

Se, após cinco dias úteis você não receber uma resposta de sua operadora, entre em contato com os mesmos canais de atendimento da Anatel para reiterar sua reclamação. Caso a operadora tenha respondido, mas a resposta não tiver sido adequada, você tem o prazo de até 15 dias (contados a partir da resposta) para voltar a entrar em contato com a Anatel e solicitar a reabertura da reclamação original.

 

O que a Anatel faz com as reclamações recebidas contra as operadoras

A Anatel facilita e auxilia a interação com as operadoras de serviços de telecomunicações. E faz isso exigindo que as empresas respondam, com qualidade e em até cinco dias úteis, as reclamações que você registrou.

A Anatel monitora a quantidade e o motivo das reclamações contra cada operadora, o tempo que elas levam para responder e a qualidade das respostas para cobrar delas um nível de atendimento cada vez melhor. Entre outros pontos, a sua reclamação, somada às reclamações dos outros consumidores, nos ajuda a:

1) Calcular e divulgar o Ranking das Operadoras (Índice de Desempenho no Atendimento – conheça o índice), que possibilita à sociedade conhecer e comparar as empresas que melhor atendem às demandas do consumidor;

2) Identificar os principais problemas das operadoras e atuar de forma preventiva ou mesmo aprimorar as regras existentes;

3) Assim que recebe sua reclamação, a Anatel a encaminha para a sua operadora de serviços, que terá cinco dias úteis para dar uma resposta ou solução. Será a sua prestadora, e não a Anatel, quem irá tratar sua solicitação e lhe responder em até 5 dias úteis. Você pode acompanhar o andamento da solicitação pela internet, no site da Anatel, pelo aplicativo “Anatel Consumidor” ou ligando para o 1331. Neste último caso, você não precisa nem esperar o atendente. Basta digitar o número da solicitação, quando indicado.

 

Anúncios

Parcelamento do IPTU começa a partir de março/2017

A primeira parcela do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) 2017 começará a ser cobrada dos contribuintes a partir do dia 10 de março.  O boleto com o parcelamento em até 10 vezes já está disponível no endereço eletrônico do município www.campomourao.pr.gov.br

Segundo o secretário de Fazenda e Administração, Beto Pequito, o contribuinte que optar pelo pagamento em menor número de parcelas, deve fazer a solicitação pelo email pamela.zilotti@campomourao.pr.gov.br ou procurar pessoalmente a praça de atendimento da prefeitura.

No portal também está disponível para impressão a opção para o pagamento à vista. Neste ano os contribuintes não receberão mais o carnê e sim um boleto para pagamento em cota única, que será entregue pelos Correios até dia 25 de janeiro.

Fonte: http://www.campomourao.pr.gov.br

A imagem pode conter: 7 pessoas, escritório, tela e área interna

Prefeito Tauillo anuncia 20 medidas de gestão

O prefeito de Campo Mourão, Tauillo Tezelli, anunciou nesta terça-feira (03), 20 medidas prioritárias que serão adotadas neste início de gestão. O objetivo é equilibrar as contas do município, tendo em vista a situação financeira herdada da administração anterior.

“Sabíamos das dificuldades, mas encontramos uma situação ainda pior do que imaginávamos, por isso a necessidade dessas medidas. Temos uma equipe técnica, motivada e comprometida com nosso projeto de governo”, salienta o prefeito.

Entre as medidas estão a criação de uma comissão para avaliação e controle dos gastos, o que inclui a suspensão dos pagamentos por até 90 dias, e auditoria nas contas referente aos últimos 12 anos.

As medidas a serem implantadas são as seguintes:

1 – Criação de Comissão de Avaliação e Controle que fará o acompanhamento dos gastos  revisará contratos e solicitações de pagamento. Esse trabalho terá duração de 90 dias e nesse período estão suspensos os pagamentos de produtos e serviços.

2 – Suspensão de novos serviços, exceto em caso de excepcional interesse público;

3.  Reavaliação dos programas existentes em todas as áreas;

4. Suspensão temporária da autorização de viagens, exceto em caso de excepcional interesse público;

5. Auditoria nas contas referentes aos últimos 12 anos;

6. Criação de Comitê visando a implantação da Política de Parcerias Público-privadas (PPP´S);

7. Retorno dos funcionários cedidos a outros órgãos;

8. Regularização fundiária (auditoria e levantamento das condições dos imóveis do Município);

9. Conferência do patrimônio – bens móveis (exatidão, manutenção e condições de uso dos próprios públicos);

10.  Revisão do ITBI (Imposto sobre Tributação de Bens Imóveis), taxas e planta de valores;

11.  Avaliação da frota de veículos do município (venda por meio de leilão dos veículos com mais de 4 anos de uso);

12. Criação de central de veículos e de compras/recebimento de produtos;

13.  Suspensão de convênios para empréstimos consignados;

14.  Avaliação dos servidores em estágio probatório e revisão dos concursos públicos realizados;

15. Suspensão temporária das Leis do Pro-Campo para fins de revisão e aperfeiçoamento;

16. Estudos para análise da viabilidade de implantação de PROGRAMA DE DEMISSÃO VOLUNTÁRIA (PDV).

17. Suspender realização de eventos que exijam exclusivamente recursos próprios;

18. Suspensão temporária das Leis do Fepac e Incentivo ao Esporte e Cultura para fins de revisão e aperfeiçoamento;

19. Análise dos atos de aquisição/permuta de propriedades imóveis pelo Município;

20. Implantação de reforma administrativa visando reestruturar os serviços prestados e reduzir custos.

Fonte:  http://www.campomourao.pr.gov.brA imagem pode conter: árvore, planta, casa, céu e atividades ao ar livre